Curriculum Vitae

 


CURRICULUM VITAE [EN]


Rosa Alice Branco is a poet, essayist, translator and researcher at the Institute of Design, Media and Culture of the Universities of Aveiro and Porto. She has a Ph.D. in Philosophy and is a Professor of the Theory of Perception at ESAD (Escola Superior de Artes e Design) in Porto. She’s Member of the European Academy of Design.

Rosa Alice Branco has published in Portugal twelve volumes of poetry, including her collected poems, Spelling Out the Day. Recent collections include The World Doesn’t End in the Cold of Your Bones, 2009, Cattle of the Lord, winner of the Espiral Maior Prize in Galicia, 2009, republished in Portugal in 2011, and Live Concert, 2012. Collections of her poetry have appeared in Brazil, Venezuela, Spain, Italy, Switzerland, France, Luxembourg, Corsica, Tunisia, and Francophone Canada. Her work has been anthologized in numerous countries, including Russia, Latvia, Hungary, Macedonia, Germany, and the United States, where a selection of her poems led off the recent Graywolf Press collection New European Poets (edited by Wayne Miller and Kevin Prufer). In the United States, her work has appeared in about forty magazines.

Her three volumes of essays are What Prevents the World from Becoming a Picture, 1993, Visual Perception in Berkeley, 1998, and The Secret Condition of the Visible: Perception of Nature and the Arts, published in Brazil in 2009.

She has organized and participated in International Poetry Festivals throughout the world, from Brazil to France, from England to Tunisia, or Venezuela, where Monte Avila brought out her Collected Poems, 2008. In 2012, she was chosen by an international jury to be the Portuguese representative at the “Parnassus International Poetry Festival” in London, where poets from 204 Olympic countries gathered to present their work.

She is an active organizer of international cultural and humanitarian events, such as “Bridges of Literature for the World”, “2001: Port of Call: Porto”, and colloquia such as “The Excluded Third” (com Paulo Cunha e Silva), “Non-places in the Urban Environment” and “Interfaces (I and II)” with Maria Milano. She organized Internacional Poetry Meetings in Porto and Aveiro. In Córsega, she curated both a Creative Writing Workshop, and a Poetic Translation Workshop.

Her most recent collaboration involves the project DUETS, under the direction of Maria Milano, dedicated to gathering funds for refugees from the Horn of Africa.

In 2013 she is nominated for the most prestigious literary prize in the U.S.A. – Pushcart Prize – granted to the best work in Poetry or Fiction.

 


CURRICULUM VITAE [PT]


Rosa Alice Branco é doutorada em Filosofia pela Universidade Nova de Lisboa, sob a orientação de Fernando Gil e ensina “Teoria da Percepção” na ESAD de Matosinhos. É poeta, tradutora, ensaísta e especialista em Percepção, nas áreas da Neuroplasticidade e da Estética, sendo membro da Unidade de investigação ID+ (Instituto de Design, Media e Cultura) das Universidades de Aveiro e Porto. É Membro da European Academy of Design.

Publicou até hoje, em Portugal, 12 livros de poesia, incluindo a sua obra poética reunida Soletrar o Dia (2002), tendo ganho, em 2008, o prestigioso prémio EspiralMaior de Poesia com O gado do Senhor, publicado em 2011 pela editora &ETC, onde saiu também o seu último livro: Concerto ao Vivo (2012).

Publicou, igualmente, livros de poesia em Espanha, Itália, Tunísia, França, Suíça, Brasil, Córsega, Canadá, Luxemburgo e Venezuela. O seu trabalho foi antologizado também em numerosos países como a Rússia, Letónia, Hungria, Macedónia, Alemanha, Córsega, e Estados Unidos, onde uma selecção dos seus poemas abre a New European Poets, da Graywolf Press (editada por Wayne Miller e Kevin Prufer). O seu trabalho apareceu ainda em cerca de quarenta  revistas neste país.

Os seus três ensaios até à data são A Condição Secreta do Visível: a Percepção na Natureza e nas Artes, publicado no Brasil em 2009,O Que Falta ao Mundo Para Ser QuadroPercepção Visual em Berkeley.

Participou em inúmeros Festivais Internacionais de Poesia pelo mundo fora, do Brasil à França, da Inglaterra à Tunísia, ou Venezuela, onde a editora Monte Avila publicou a sua obra reunida em 2008.

Em 2012, foi a poeta escolhida por um júri internacional para representar Portugal nas Olimpíadas da Poesia em Londres (2012), no famoso “Parnassus Poetry Festival”.

É organizadora de eventos de índole cultural e humanitária, tal como “Pontes da Literatura para o Mundo”, “2001: Escala Porto”, e Colóquios como: “O Terceiro Excluído” (com Paulo Cunha e Silva), “Não-Lugares do Ambiente Urbano” e Interfaces I e II (com Maria Milano). Organizou ainda Encontros Internacionais de Poesia nas cidades de Porto e Aveiro. Além de Ateliers de Escrita Criativa, organizou na Córsega um atelier de Tradução Poética (corso-português).

A sua mais recente colaboração refere-se ao projecto DUETS, curado por Maria Milano, para angariar fundos para os refugiados do Corno de África.

Em 2013 é nomeada para o mais prestigiado prémio literário americano – Pushcart Prize – concedido ao melhor trabalho em Poesia, ou Ficção, aparecidos nas Revistas Literárias nos USA.